Casal de Lisboa fura quarentena e “engana” polícia para ir para o Algarve

Durante este dia 8 de Abril, a GNR está em todo o país a fiscalizar as deslocações dos cidadãos.

 Numa operação realizada na Ponte Vasco da Gama, um militar da GNR questiona um casal de onde vem e qual a sua residência fiscal, ao qual o condutor responde ter a sua morada fiscal em Albufeira, e vir de Lisboa. Devido à pandemia do covid-19 em que vivemos, e às restrições impostas pelo estado, o condutor mostrou-se ainda com conhecimento de que a partir do dia 9 de Abril não pode sair do concelho de Albufeira, referindo ainda que “é mesmo por isso que vamos hoje”.

O polícia deixa o casal seguir caminho, enquanto uma repórter da RTP faz uma mini “entrevista”. A repórter questiona de onde são e para onde vão, à qual a companheira do condutor admite que são de Lisboa, vivem em Lisboa, mas vão aproveitar as férias da Páscoa para ir para a cidade de Albufeira, para a casa da mãe do seu namorado (o condutor).

Esta é uma prova de inconsciência de um jovem casal que em pleno mês de Abril, mais de 1 mês depois de começarem a ser detetados os primeiros casos de covid-19 em Portugal, decidem furar a quarentena, e resolvem ir de férias de Páscoaem direção ao Sul do país, para o Algarve. O que será que pensaram os restantes familiares ao verem em direto esta reportagem na televisão pública?

Ora vejam um dos videos disponiveis nas redes sociais:


Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 17 de abril, registaram-se 380 mortes (mais 35 do que na véspera) e 13.141 casos de infeções confirmadas (mais 699), segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil. Dos casos de infeção, cerca de 260 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia. O continente europeu é, neste momento, o mais atingido, com mais de 750 mil infetados e mais de 58 mil mortos.

Entretanto o casal já se justificou, neste link

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*